quinta-feira, 14 de junho de 2007

Aniversário Feliz


Após a maratona dos últimos dias, quando realizamos 3 protestos (2 Brasília e 1 recife), parti para São Paulo a fim de definirmos o lugar do nosso protesto. Já temos um lugar em vista. E, amigos já estão se mobilizando para nos ajudar, especialmente duas amigas ligadas a Visão Mundial, uma ONG cristã bastante séria. Na segunda-feira passada pude falar sobre o movimento para os professores do curso de mestrado do Andrew Jumper (Mackenzie). Fui recebido de modo muito gentil e percebi a pronta disposição desses amigos em nos ajudar no que for possível. O professor Alderi de Souza Matos, craque em história do cristianismo, aceitou o convite de nos ajudar na área da pesquisa sobre a participação da igreja em obras de reforma social. Que resgate que precisamos fazer! Você sabia que um dos signatários da declaração de independência dos Estados Unidos foi um ministro presbiteriano de nome John Whiterspoon?

Estamos agora na batalha de organizar as coisas para o protesto de BH, São Paulo e Porto Alegre. Esta semana devo estar nessas três cidades para acertar todos os detalhes. Em breve devo passar para todos o que pode ser feito para que colaboremos.

Ontem foi meu aniversário. Dia de fazer a contabilidade da vida. Fui orar para agradecer. Me lembrei do hino: "Conta as bênçãos, conta quantas são, recebidas da divina mão,vem dizê-las todas de uma vez e verás surpreso o quanto Deus já fez".

Estamos recebendo na igreja 24 americanos da Crosspoint Church de Orlando, Flórida. Que gente preciosa. Nos ajudaram no trabalhho com crianças nas comunidades onde desenvolvemos obras sociais - Rio das Pedras e Freguesia, e ainda encontraram tempo de distribuir alimentos na madrugada de ontem para os mendigos do centro do Rio. Hoje os levarei para conhecerem as maravilhas de Arraial do Cabo, Búzios e Cabo Frio.

Hoje tive uma experiência muito gratificante. Pude dar uma longa entrevista para a revista americana TIME. Espero que Deus use o que foi falado de alguma forma. O jornalista que me entrevistou falou-me uma verdade - os protestos no Brasil, em geral, são espasmódicos. Faz-se uma manifestação e depois não há continuidade alguma. Espero que conosco não seja assim. É por isto, que deliberadamente guardo a camisa que os pais do menino João Hélio me deram com a foto do filho que foi morto, e, um colar com a foto de uma moça, que me foi entregue por uma mãe de Brasília, cuja filha foi assassinada e teve o seu corpo enterrado pelo criminoso na própria casa dos seus pais da vítima. Estas lembranças me ajudam a manter viva na minha memória a tragédia de tantos brasileiros que perderam seus parentes por assassinato.

Um forte abraço para todos. Que o Botafogo ganhe hoje do Vasco e assuma a liderança do campeonato brasileiro. O bem tem que vencer um dia!

Um comentário:

zilda disse...

Pastor,parabéns,Deus continue te
impulsionando,em busca da paz.Mas
Pastor,vou torcer pelo Vasco,com muita paz.